» Voltar ao Menu de Mensagens Variadas

» Voltar a Página Inicial

Share Button





Desilusão de um sonhador

Numa questão de tempo
a chama que emanava do meu peito
foi apagada

Apagada por águas frias rápidas e devoradoras
Inundou meu coração transformando
o fogo em gelo, a carne em pedra

Palavras doces e saborosas
agora saem frias e amargas
pensamento que antes fora emotivo
sai agora cortado de racionalidade

Mas o tempo que trouxe essa frieza
pro meu ser
Você sempre foi mais forte
e meus olhos não o percebia

Agora sucumbo-me à sua força
e agradeço-o pois você me fez ver
que nada é pra sempre,
que o mundo é como ele é
cheio de desilusões, desavenças e medos
e não cheio de rosas
que era como eu o sonhava

Em volta desse peito arfante
uma barreira foi erguida
e a água gélida que antes não era,
agora é minha. 


Autor: Gustavo Mata




 

PUBLICIDADE



 

 

 

 

 

 

 

 

» Voltar ao Menu de Mensagens Variadas

» Voltar a Página Inicial

Política de Privacidade