Quando será que serei feliz?
Será que a felicidade existe?
Quando será que deixarei de ser infeliz
Pois está tristeza em mim persiste.

Quando te encontrei pensei que iria sorrir
Mas a dor veio de novo a me corroer
Quando de novo tive que desistir
Pois no silêncio senti você morrer.

Quando será que serei feliz?
Tenho tanto amor para dar
Você  vem e me diz,
Que o verdadeiro amor só é doar.

Quando será que receberei amor?
Já doei tudo de mim
Por ti esperarei
Hoje amanhã o tempo sem fim.


Autora: Sônia de Freitas Paiva
 





 

PUBLICIDADE